FB_init

Monday, November 26, 2012

Kleber Lucas, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem

  Kleber Lucas casou-se pela terceira vez, sendo apedrejado virtualmente pelo meio evangélico. Não é a primeira história de repúdio que conheço.
  No meio evangélico no qual cresci no sul do Brasil qualquer caso que fugisse da norma do casal Cinderela-e-Príncipe-felizes-para-sempre era reprovado sumariamente. Lembro-me de um caso da igreja onde o homem teve um caso com a amiga da filha. Perguntei décadas depois do ocorrido à filha, que era amiga minha, como ela havia se sentido na época. Disse ela que o pior foi a exclusão dos círculos em que vivia: na escola (evangélica) e na igreja.
   Lembro-me de um casal que participou por um tempo da Comunidade de Porto Alegre ('Seara Latina' nos primórdios dos anos 80) que, por serem divorciados, não foram aceitos. Lembro-me de um outro amigo meu, excelente músico, evangélico, que separou-se e foi declarado anátema por outros mais da linha 'louvor-e-adoração'.
  A hipocrisia moral de muitos evangélicos lhes impede de ver as situações com compaixão e empatia. Porque quando tem que escolher entre seus aparatos dogmáticos (entenda-se: tabus) e o ser humano, optam pelos aparatos. Em casos extremos, como o Pastor JØntex que come todas, mantém-se a fachada de crente e assim não há problema. O importante é os crentes poderem dormir com a consciência limpa. Em seus sonhos orgulhosamente recitam de cor versículos sobre 'não julgar' e dão tapinhas nas costas uns dos outros.
  Desde muito tempo a igreja toma o nome de Deus em vão revestindo seus preconceitos de voz divina. Como o torturador patriótico. Como o monstro que joga pedra em espelhos.
  Caro Kleber Lucas, espero que seja feliz, enquanto dure. Perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem.

2 comments:

tomfernandes said...

Depois dizem que a igreja é um lugar de amor, aceitação etc.

Nada pior que sofrer um trauma, uma derrota na alma como uma separação e, em vez de contar com apoio e amizade, ter toda esta acusação e desprezo.

Kleber Lucas sofre por ser famoso ou por ser humano?

Anonymous said...

Caro expositor do assunto e comentaristas: Não esqueçam que existem regras biblicas, e que em prol da defesa do amor tem sido deixadas de lado, não por amor mas sim por interesse de satisfação de objetivos egoistas. E quando se fala de amor devemos lembrar o AMOR em primeiro lugar a Deus, e ao semelhante também ajudando-o a cumprir a palavra de Deus. Tchau.