FB_init

Friday, March 06, 2009

Traduzindo a Conversa Emergente para Português - VI

Depois de ouvir um sermão de Peter Rollins no Nick and Josh podcast, entendo um pouco mais minha frustração com teólogos e pastores. (Eu já havia lido os mesmos pensamentos nos 2 primeiros livros de Rollins - How (not) to Speak of God e The Fidelity of Betrayal) Eles me limitam. Com seus pensamentos rebuscados e intangíveis, declaram constantes e sistematizam Deus. Trabalham para que eu tenha um conhecimento de "Deus" mais preciso, mais correto, geralmente a partir da visão deles. Ao fazerem teologia, eles diminuem "Deus". Acabam não estimulando uma experiência de Deus ou convivência com Deus. Acabam fabricando uma realidade. O sabor que fica é de uma certa arrogância inconsciente, apesar das boas intenções.
Anos atrás, um pastor-filósofo chamado Reverendo Christian Bitencourt - a quem estimo e respeito apesar de ter perdido o contato - me perguntou quais eram os pontos dos emergentes. Eu fiquei pensando, apesar de saber logo ao ouvir a pergunta de que não conseguiria responder. Intuitivamente parecia que se eu conseguisse resumir os pontos dos emergentes que estaria criando mais uma teologia destinada a prateleiras e discussões sobre o sexo dos anjos.

2 comments:

Alex Fajardo said...

Olá Gustavo, lendo esse texto e por acaso vi o nome do Reverendo Christian Bitencourt. Ele por acaso é um dos meus pastores aqui em São Paulo. Falei pra ele da citação, ele pediu para lhe enviar o e-mail dele que é: christian@ipb.org.br

Abços,

Alex Fajardo

Gustavo K-fé said...

Obrigado, Alex, pelo email do rev Christian. Aproveite-o aí em SP!
um abraço,
Gustavo